• Equipe SEFRAS - Ação Social Franciscana

Boletim 20.02 Voluntários unidos pela solidariedade

No rastro da tragédia que se abateu em Petrópolis, uma das maiores do país em números de vítimas, a solidariedade ganha forma. Pessoas da região e de outras cidades se dedicaram ao trabalho voluntário para que centenas de famílias tivessem o que comer, vestir e um pouco de acolhida humanitária.

No Centro Educacional Terra Santa, no bairro de Valparaíso, pólo de doações do SEFRAS, 45 voluntários se reuniram para receber, triar, organizar e distribuir as doações que chegavam sem parar. “Ontem e hoje, os dias foram de bastante movimento, com muitas doações, sempre com a preocupação de escoamento para quem precisa”, afirma, Brayan Filipe, coordenador do setor de Parcerias e Projetos do SEFRAS, que está no local. Ao todo, as doações de hoje conseguiram atender necessidades urgentes de 300 famílias do território de ação franciscana. Embora muitas estejam em abrigos públicos  ou comunitários, Brayan revela que o diagnóstico territorial realizado pelo SEFRAS, tem mostrado que algumas pessoas não querem abandonar suas casas, apesar dos riscos. “Mesmo traumatizadas, não querem sair, pois a vida delas está ali. Esse é um ponto de atenção importante no trabalho.” Segundo o coordenador, embora o dia tenha sido de muita solidariedade, há uma preocupação em relação à duração dessa fartura de doações e voluntariado. “Sabemos que com o passar do tempo, as doações tendem a diminuir. Porém, percebemos que as demandas para grande parte dessas famílias será permenente”.  

Entre os principais impactos de médio a longo prazo para essas famílias abrigadas será a fome. A

explicação é a de que quando saírem dos abrigos, seja por vontade própria ou a política pública de Aluguel Social, por exemplo, a alimentação será um desafio para quem não tem nada. O SEFRAS já havia diagnosticado que famílias estavam em situação de fome no território, um dos impactos mais cruéis da pandemia  A calamidade que se abateu por causa dos fortes temporais, aprofundará ainda mais a falta de acesso dessas pessoas a alimentos. 

“Avaliamos que o eixo de trabalho Fome, um dos programas do SEFRAS, será fundamental a partir de agora, além do atendimento socioassistencial que já realizamos”, acredita Brayan Filipe.  Quer Contribuir?

Todo o trabalho emergencial é apoiado pela campanha Ação Franciscana SOS Petrópolis. Contribuições podem ser feitas pelo site ou por doações bancárias: Banco Santander Ag.:3397, CC: 13003297-3.– chave PIX (CNPJ): 11.861.086/0004 -06. bitly.com/SOSpetropolis

PONTO REFERÊNCIA SEFRAS EM PETRÓPOLIS. Centro Educacional Terra Santa Rua Visconde de Itaboraí, 175, Valparaíso – Petrópolis – RJ  PONTOS DE COLETA DE DOAÇÕES Petrópolis Centro Educacional Terra Santa Rua Visconde de Itaboraí, 175, Valparaíso – Petrópolis – RJ  

São Paulo Chá do Padre R. Riachuelo, 268 – Sé, São Paulo – SP

0 visualização0 comentário