top of page
  • Foto do escritor

Boletim 21.02 Famílias tentam voltar à rotina

Um olhar para as mais de 300 famílias atendidas pela iniciativa Ação Franciscana SOS Petrópolis, a resposta à emergência promovida pelo SEFRAS, nos mostra a luta delas para voltar ao mínimo de rotina. Com aproximadamente quatro pessoas em cada núcleo familiar, falamos de um contingente de quase 1200 pessoas que precisam de muita resiliência nesse momento.

Tal como a própria cidade de Petrópolis, elas tentam se recuperar do trauma. Mas ainda é muito difícil. Com a economia local em frangalhos, muitas lojas sequer reabriram. Nas ruas comerciais ainda se vê muita destruição, pois os edifícios não afetados pelos deslizamentos das encostas, foram impactados pelas enchentes, quando a água invadiu as ruas com 2 metros de profundidade.

São essas famílias, cujas pessoas querem já voltar a fazer bicos, trabalhar, pois a tragédia não os deixou só desabrigados, desalojados ou dormindo em casas em situação de risco iminente. As fortes chuvas retiraram dessas pessoas sua renda. Sem casa, sem trabalho, sem renda, dependendo de ações sociais, como a franciscana, para comer.

Por enquanto, todas essas famílias estão sendo supridas de alimentos e abrigo, graças a um rol de organizações sociais, poder público, empresas e indivíduos solidários que correram para Petrópolis para contribuir. No entanto, uma preocupação que ronda todas essas pessoas é a manutenção dessas doações em curto prazo, pois passado o frenesi midiático, as doações tendem a cair.

O Sefras tem como objetivo um plano inicial de pelo menos 3 meses  para o território onde atua, que é formado por comunidades periféricas, como a Osvaldo Cruz, Virada, Vila Militar e Vila São José. 

Após um novo diagnóstico, será estabelecido um novo plano para outros três meses e, assim por diante.

O compromisso do SEFRAS é pensar o  desenvolvimento para o município de Petrópolis trazendo respostas a longo prazo e seguras a essas pessoas. Mesmo o número de famílias pode subir exponencialmente, com as análises sociais do território e da emergência em que as pessoas se encontram.  

Quer Contribuir? Todo o trabalho emergencial é apoiado pela campanha Ação Franciscana SOS Petrópolis. Contribuições podem ser feitas pelo site ou por doações bancárias: Banco Santander Ag.:3397, CC: 13003297-3.– chave PIX (CNPJ): 11.861.086/0004 -06. bitly.com/SOSpetropolis

PONTO REFERÊNCIA SEFRAS EM PETRÓPOLIS. Centro Educacional Terra Santa Rua Visconde de Itaboraí, 175, Valparaíso – Petrópolis – RJ 

PONTOS DE COLETA DE DOAÇÕES

Petrópolis Centro Educacional Terra Santa Rua Visconde de Itaboraí, 175, Valparaíso – Petrópolis – RJ  

São Paulo Chá do Padre Riachuelo, 268 – Sé, São Paulo – SP

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page