top of page
  • Foto do escritorMelissa Galdino

CPD Pop Rua: Um Legado de Direitos Humanos e Inclusão

Atualizado: há 7 dias


Na última sexta-feira, encerramos um capítulo significativo do CPD Pop Rua, com um café da manhã emocionante que marcou o fim deste projeto pioneiro. Realizado em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e com a iniciativa do Sefras (Ação Social Franciscana) , o projeto percorreu mais de 4 mil km e atendeu mais de mil pessoas ao longo de três anos.


"O CPD Pop Rua teve como objetivo garantir e promover os direitos humanos da população em situação de rua," explicou Jéssica Nascimento, coordenadora do projeto. "Nós percorremos todas as regiões de São Paulo — Zona Norte, Sul, Leste e Oeste — com nossa unidade móvel, oferecendo atendimento social e jurídico, oficinas socioeducativas e recebendo denúncias de violações de direitos humanos. Foi um serviço essencial e muito significativo."




A importância desse trabalho foi sentida profundamente por todos os envolvidos. "Para mim, foi muito gratificante," compartilhou seu Almir, motorista do móvel e presente desde o início do projeto. "Eu aprendi muito, especialmente com as meninas do Sefras. Elas foram como professoras para mim. Fazer parte desse projeto foi uma experiência única, evoluí tanto pessoalmente quanto profissionalmente."


Durante o café da manhã de despedida, os membros da equipe refletiram sobre o impacto positivo do projeto. "Foi muito bom ver a importância do CPD Pop Rua e como ele impactou a vida das pessoas," disse um dos membros da equipe. "As pessoas nos diziam que o serviço não deveria ter chegado ao fim, pois foi muito gratificante para todos nós. A amizade e o respeito que construímos ao longo desses três anos são algo que levarei para o resto da vida."





Para o Frei Tiago  - Coordenador da Mística e Espiritualidade e no eixo de Arte e Cultura do Sefras, compartilhou algumas palavras emocionantes: "Este projeto mostrou a todos nós o poder da compaixão e do serviço," disse o Frei. "O CPD Pop Rua não apenas forneceu serviços essenciais, mas também trouxe esperança e dignidade a muitas pessoas em situação de rua. Estamos orgulhosos do que alcançamos e das vidas que tocamos. Este é um legado que continuará a inspirar todos nós a trabalhar pela justiça e pelos direitos humanos.”





O encerramento do CPD Pop Rua marca o fim de um período de dedicação e aprendizado. "Cada dia foi um aprendizado na nossa vida," refletiu outro colaborador. "A aprendizagem que tive com o pessoal do CPD Pop Rua, especialmente com a Natália na central, foi muito importante. Isso agregou de uma forma tão positiva que, daqui para frente, posso praticar o que aprendi."


O CPD Pop Rua não só percorreu mais de 4 mil km, mas também deixou um legado duradouro na vida daqueles que serviram e daqueles que fizeram parte deste projeto. "Somos gratos por todo o período que estivemos aqui," concluiu Jéssica. "Foi um privilégio poder contribuir para a defesa dos direitos humanos dessa população tão vulnerável. O café da manhã de despedida foi um momento de celebração e reflexão sobre o impacto positivo que conseguimos alcançar."




Conheça mais sobre o Projeto





O CPD Pop Rua é um serviço essencial dedicado à promoção e defesa dos direitos humanos da população em situação de rua. Este equipamento conta com uma equipe preparada para atender essa população, levando em conta a heterogeneidade e as vulnerabilidades sobrepostas às quais esse público está sujeito. O equipamento atua por meio da articulação da rede de políticas públicas e agentes existentes do território, oferecendo atendimento técnico especializado e ações educativas e de capacitação.


O objetivo é promover a defesa e a promoção dos direitos humanos por meio do acesso a serviços e equipamentos públicos, inclusão social, cultural, produtiva e econômica, e a superação do preconceito contra essa população.


 O que é ofertado?


- Atendimento individual especializado.

- Orientações e encaminhamentos para acesso a serviços públicos.

- Proteção e apoio para defesa em situações de violação de direitos à população em situação de rua.

- Atividades coletivas.

- Formação de agentes públicos e privados para sensibilização e divulgação sobre os direitos da população em situação de rua e sobre a rede de atendimento especializada para este público.


8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page