top of page
  • rodrigozavala8

Migrantes alcançam autonomia com inserção no mercado de trabalho

Atualizado: 31 de mai.

A partir de cursos profissionalizantes e parcerias com empresas, nossa Casa de Assis garante inclusão econômica e autonomia para imigrantes e refugiados. Na tarde de sexta feira, dia 24 de maio, chegou ao fim o Curso Técnico de Limpeza, do qual participaram 16 imigrantes que vivem temporariamente na Casa de Assis, iniciativa do Sefras. O espaço é um centro de acolhimento para 110 imigrantes e refugiados que, por desastres naturais, violência ou guerra, foram obrigados a se deslocar para o Brasil. Eles residem em nossa casa até alcançarem sua autonomia.


A participação nos cursos ministrados para eles, como o de técnica de limpeza, é uma forma de fortalecer conhecimentos para que, com emprego, possam ter uma vida independente. “O curso não é só limpeza, mas o desenvolvimento de habilidades que possam contribuir para sua vida aqui no Brasil”, afirma a educadora Lucimar Oliveira, integrante da Divalli Cursos, responsável pelo conteúdo ministrado.   


As aulas estão de escopo de uma parceria longeva e virtuosa entre a Casa de Assis e o Instituto São José, que desde 2016 já formou 531 imigrantes. O instituto financia a iniciativa de formação por meio do Fundo Missionário Global, proveniente das economias das irmãs da Congregação Internacional das Irmãs de São José de Chambéry.


 Esse esforço coletivo é recompensador: a taxa de sucesso dos cursos é de quase 100% de contratações formais no mercado de trabalho desde o início. Tudo isso também graças ao empenho da equipe técnica da Casa de Assis, na promoção de parceria com empresas como Coca-Cola, hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein, Tenda Construtora, entre outras.




12 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page