• Equipe SEFRAS - Ação Social Franciscana

X Festival Cultural é realizado em Petrópolis


Cerca de 150 crianças e adolescentes da Comunidade Vila São José, Oswaldo Cruz e convidados do serviço de Duque de Caxias e Tanguá apresentaram as coreografias que foram criadas e ensaiadas dentro do contexto do tema. O festival também marcou o aniversário de 13 anos do projeto Gente Viva. “O espetáculo vem sendo um momento muito esperado pela comunidade. Sentimos que não tem como deixar de executar um evento deste tamanho sem as parcerias e a qualidade que vem sendo exaltada. As expectativas é de que no próximo teremos de ser melhores”, pontua a coordenadora do serviço, Regina Moreira Croscob.

A abertura do festival foi realizada pelo diretor presidente do SEFRAS, Frei José Francisco. “É com muita alegria que celebramos a trajetória dos 13 anos do serviço junto às comunidades, onde buscamos nos aproximar destes jovens, adolescentes e crianças. Este é um momento de prestigiar o que fazemos, através da arte, cultura e esporte. É celebrar a beleza, fortalecendo o que é de bom e belo, tudo que é expressão da alma humana. Momento de prestigiar os artistas da comunidade”, destaca.

O espetáculo contou com 22 apresentações e teve duas horas de duração. “O espetáculo foi emocionante desde a abertura com a apresentação das meninas do ballet com as sapatilhas de ponta, uma evolução do ballet. Em seguida as participantes e os professores receberam os ícones franciscanos, que deram ainda mais sentido a identidade do serviço, reforçando o nosso trabalho de promover ações e atitudes de solidariedade, contribuindo para a transformação social, fundamentada nos direitos sociais e os princípios cristãos franciscanos”, ressalta Regina. Para Regina, a cada ano é possível ver uma evolução nas apresentações das crianças e adolescentes. “Estamos nos surpreendendo todos os anos com as oficinas e com as apresentações. Recebemos muitos elogios dos pais e responsáveis de que a cada festival estamos melhores. Isso é gratificante. Finalizamos o espetáculo, com uma grande roda, ao som da música Redescobrir da Elis Regina, e uma homenagem para mim pelos 13 anos junto ao serviço”, frisa.

O espetáculo contou este ano com o patrocínio do Fundo Nacional de Solidariedade da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). “Todo o recurso financeiro foi voltado para a realização do X Festival Cultural. E graças ao apoio de toda nossa equipe conseguimos realizar esse evento. E também nosso agradecimento à integração dos serviços de Tanguá e Duque de Caxias, uma vez que nosso espetáculo não tem como mais ser feito somente em um serviço do Rio, mas com todos os três serviços”, conclui.

Confira como foi a programação do espetáculo:

  1.  Abertura: Balé Ponta – Benedicat – Ícones Franciscanos

  2.  Dança Circular (Mulheres)

  3.  Rap Gente Viva

  4.  Teatro (Obax)

  5.  Capoeira

  6.  Jazz – Olhos Coloridos

  7.  Judô

  8.  Ginástica – Uni Duni Tê

  9.  Ginástica – Tempos Modernos

  10.  Ginástica – Filhote do Filhote

  11.  Street Dance (Homem no Espelho)

  12.  Balé Baby – As Sementes

  13.  Balé – Benke / Tanguá

  14.  Balé I – Plantar Sonhos

  15.  Balé II – Tocando em Frente

  16.  Top Street e GPS – Marcelo

  17.  Hip Hop Tanguá Meninos

  18.  Dança Espanhola

  19.  Studio de Dança Aline – Tudo Passa

  20.  Balé – Anel Mágico / Duque de Caxias

  21.  Hip Hop Tanguá Meninas

  22.  Redescobrir – Encerramento

 Confira mais imagens da apresentação:

Fotos: João Braz 

2 visualizações0 comentário