top of page
  • Foto do escritorMelissa Galdino

Celebrando o Dia do Refugiado com Sefras


No dia 20 de junho, celebramos o Dia Mundial do Refugiado, uma data crucial para refletir sobre os desafios enfrentados por milhões de pessoas ao redor do mundo que foram forçadas a deixar seus lares devido a conflitos, perseguições ou desastres naturais. Mais do que apenas reconhecer suas trajetórias de coragem e resiliência, é fundamental desafiar e combater os estereótipos e preconceitos que frequentemente cercam os refugiados.




Combatendo Estereótipos e Preconceitos


Refugiados são frequentemente retratados de maneira simplificada e estigmatizada pela mídia e pela sociedade. É comum que sejam vistos apenas como vítimas ou como uma carga para as comunidades receptoras. No entanto, a realidade é muito mais complexa e rica em diversidade.


Desconstruindo Estereótipos: Cada refugiado tem uma história única, habilidades e talentos a contribuir para suas novas comunidades. Muitos refugiados são profissionais qualificados, empreendedores, artistas e educadores que enriquecem cultural e economicamente os lugares onde se estabelecem.


Promovendo a Empatia: É crucial promover uma maior compreensão e empatia em relação aos refugiados. Isso pode ser alcançado através de educação, narrativas positivas na mídia, e oportunidades para interações pessoais que quebrem barreiras e promovam o entendimento mútuo.


Ação do Sefras no Acolhimento e Defesa dos Refugiados


O Sefras desempenha um papel vital no acolhimento, defesa e cuidado dos refugiados no Brasil, oferecendo uma variedade de serviços essenciais:


Acolhimento Humanizado: Desde a sua fundação, o Sefras tem sido um ponto de referência para refugiados em busca de apoio e orientação. Através do Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes (CRAI) e do Centro de Acolhida ao Imigrante – Casa de Assis, o Sefras proporciona um ambiente acolhedor e seguro onde refugiados podem encontrar assistência jurídica, apoio psicossocial, e encaminhamento para serviços básicos como moradia e saúde.


Defesa de Direitos: O Sefras não apenas oferece suporte prático, mas também advoga pelos direitos dos refugiados, lutando contra a discriminação e promovendo políticas públicas que garantam o acesso equitativo a serviços e oportunidades.


Cuidado Integral: Além de satisfazer necessidades básicas, o Sefras se empenha em proporcionar um cuidado integral, considerando as necessidades específicas de cada indivíduo e trabalhando para restaurar sua dignidade e autonomia.


Semana da Migração, Imigrantes e Refugiados no Sefras


Na Semana da Migração, Imigrantes e Refugiados, de 19/6 a 25/6, os serviços do Sefras promoveram várias ações e atividades.


Um grupo de 8 imigrantes foi contratado pela empresa Alsa Fort, através do serviço da Casa de Assis, na quarta-feira, 19 de junho.




No dia 20/06, às 14h, haverá uma atividade cultural especial no CRAI, realizada em parceria com o Museu Casa das Rosas e a Casa Guilherme de Almeida, em alusão ao Dia Mundial do Refugiado. As equipes dessas instituições promoverão uma tarde de atividades culturais, com o intuito de valorizar a cultura e a memória através de atividades lúdicas. Os interessados podem comparecer ao CRAI no dia e horário mencionados, sem necessidade de agendamento prévio.


No dia 20/06, das 10h às 16h, o CRAI Móvel estará presente em uma ação celebrativa do Dia Mundial do Refugiado, no CIC do Imigrante, localizado na Rua Barra Funda, 1020. O CRAI Móvel contribuirá com atendimentos de regularização migratória e orientações sobre acesso a direitos.





Além disso, no dia 25/6, uma educadora do CRAI irá até a Casa de Assis para participar de uma roda de conversa sobre imigração e refúgio.


Dados atuais sobre refugiados no Brasil


De acordo com o relatório “Refúgio em Números”, apenas em 2023, foram feitas 58.628 solicitações da condição de refugiado no Brasil, provenientes de 150 países. As principais nacionalidades solicitantes em 2022 foram venezuelanas (50,3%), cubanas (19,6%) e angolanas (6,7%).


Junte-se a Nós!


Neste Dia do Refugiado, convidamos você a se juntar ao Sefras na missão de combater estereótipos, promover a inclusão e apoiar os refugiados em sua jornada de reconstrução de vida. Cada gesto de solidariedade e cada voz que se levanta em defesa dos direitos humanos fazem a diferença.


Juntos, podemos construir um mundo mais justo e acolhedor para todos, independentemente de onde venham ou das dificuldades que tenham enfrentado. Vamos celebrar a diversidade e a resiliência dos refugiados, honrando suas histórias e contribuições para um futuro mais promissor.


18 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page