top of page
  • vitoriamartins3

Dia Internacional da Luta contra a Aids


O Dia Internacional da Luta contra a Aids foi estabelecido pela Assembleia Geral da ONU e pela Organização Mundial de Saúde em 1988, cinco anos após a descoberta do vírus HIV - vírus da imunodeficiência humana.

A decisão ocorreu um ano após a 3ª Conferência Internacional de Aids, realizada nos Estados Unidos, no qual 200 mil pessoas que viviam com o vírus realizaram um ato na porta do evento. Elas denunciavam o descaso da comunidade internacional e científica em relação à doença.

Segundo o Ministério da Saúde, na época, 65,7 mil pessoas haviam sido diagnosticadas e 38 mil haviam morrido.

A data foi estabelecida exatamente para iniciar uma campanha global de combate ao preconceito, à desinformação e ao estigma em torno do vírus HIV e da doença Aids.

Sobre a doença

A Aids é uma doença infecciosa transmitida pelo vírus HIV. Como explicado pelo Ministério da Saúde, na primeira fase, a infecção aguda, é na qual ocorre a incubação do vírus - momento entre a exposição e o surgimento da doença. Nessa, surgem sintomas semelhantes aos de uma gripe, como febre e mal estar.

Na próxima fase, o vírus entra em contato com as células de defesa, que não conseguem acompanhar as rápidas mutações do vírus. Esse período não apresenta sintomas. Com o tempo, as células de defesa perdem sua eficiência e o organismo fica fraco e vulnerável a infecções comuns, nessa fase é visto febre, diarreia, suores noturnos e emagrecimento.

Com o avanço da aids, surgem as chamadas doenças oportunistas que se aproveitam da fraqueza do organismo. Como: hepatites virais, tuberculose, pneumonia e toxoplasmose.

Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) e o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) apontam que as infecções por HIV não diminuíram na América Latina nos últimos 10 anos, como era esperado.

No Brasil, desde 1996, o SUS distribui gratuitamente os medicamentos para HIV/Aids a todas as pessoas que necessitam de tratamento. Porém, a chegada da pandemia de COVID-19 impactou fortemente os serviços de tratamento do vírus e da doença.

Estes tiveram a disponibilidade comprometida e, em alguns casos, interrompidas. Dentre eles,: teste de HIV, testes demais infecções sexualmente transmissíveis, terapia antirretroviral, implementação da PrEP (profilaxia pré-exposição).

Em 2020, estimava-se que 37.700.000 pessoas estivessem vivendo com HIV no Brasil, 680.000 pessoas morreram de causas relacionadas ao vírus e 1.500.000 foram infectadas.

Apenas em São Paulo, uma pessoa a cada 15 minutos é infectada pelo vírus e 7 pessoas morrem por dia devido à doença, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde de 2021.

A diretora da OPAS, Carissa Etienne, afirma que

o HIV não afeta a todos da mesma forma. Existem pessoas com maior risco de se infectarem, que continuam enfrentando o estigma e a discriminação e que não têm acesso aos meétodos de prevenção ou cuidados de que precisam

O SEFRAS

O Sefras é uma organização humanitária que luta todos os dias no combate à fome, a violações de direitos e inserção econômica e social de populações extremamente vulneráveis: pessoas em situação de rua, crianças pobres, imigrantes e refugiados, idosos sozinhos e pessoas acometidas pela hanseníase.

Guiados pelos valores franciscanos de Acolher, Cuidar e Defender, atua pelo Brasil atendendo mais de 4 mil pessoas todos os dias. São serviços diários que promovem apoio social e jurídico para população em situação de rua, acolhimento e inclusão social de imigrantes, contraturno escolar para crianças e adolescentes, convivência e proteção de idosos, além de ações de defesa dos direitos e melhoria de políticas públicas voltadas a esses grupos.

Para ajudar quem tem fome na cidade de São Paulo e do Rio de Janeiro, o Sefras atua distribuindo mais de 2 mil refeições diariamente, além de distribuir cestas básicas, itens de higiene e cobertores e roupas de frio.

Ajude o nosso trabalho nesse dia especial. Você pode ajudar doando itens , em São Paulo, no Chá do Padre, na Rua Riachuelo, 268 – Centro. Tel: (11) 3105-1623 e no Rio de Janeiro na Tenda Franciscana no Largo da Carioca, s/ n, Centro.

Você também pode doar qualquer quantia pelo nosso site ou pelo pix: sefras@sefras.org.br.



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page