top of page
  • vitoriamartins3

Projeto fortalece luta de pessoas idosas por seus direitos

Atualizado: 11 de jan.

Por: Rodrigo Zavala

Ampliar a participação de pessoas idosas em espaços de conscientização sobre seus direitos e pressão sobre políticas públicas destinadas a elas no município de São Paulo é a base do projeto “Participar é um Direito”. Realizado pelo Sefras, em parceria com o Fundo Municipal do Idoso e do Conselho Municipal do Direito da Pessoa Idosa de São Paulo, com o financiamento do Itaú, a iniciativa começa 2024 a todo o vapor.

Para entender o projeto, antes é preciso de um histórico: em 2018, o Centro de Convivência para a Pessoa Idosa – Casa de Clara, mantido pelo Sefras, passou a abrigar as reuniões do Fórum de Idosos da Mooca - Neide Duque da Costa, grupo que começou a se reunir mensalmente naquele ano para debater temas que afetam a vida de idosos no distrito de São Paulo.

Trata-se de uma ação voluntária, mas que, no fim, funciona como canal consultivo para o Conselho Municipal da Pessoa Idosa de São Paulo. “As decisões do Fórum vão para um colegiado de oito fóruns da zona Leste da cidade, que envia essas pautas para o conselho municipal, o responsável por qualificar as políticas públicas”, explica Antônio de Andrade Patto, ou apenas Sr. Patto, um dos fundadores do Fórum da Mooca, ex-membro do Conselho Municipal da Assistência Social (Comas – SP). 

Desde então, o Fórum só ganhou importância, ao informar os participantes sobre os direitos que possuem, mas também orientar quais os canais de acesso a eles, e pressionar por mais qualidade no que é oferecido como política a pessoas idosas. É neste contexto que o projeto “Participar é um Direito” surge.

Segundo a coordenadora do projeto, a assistente social Ana Paula Leocádio, o objetivo é ampliar o número de pessoas participantes do Fórum a partir de ações no território, em 25 equipamentos parceiros, como CEU Carrão, o Sesc Belenzinho, entre outros. “Faremos oficinas, diálogos e atividades para divulgar o projeto e parar trabalhar a importância da participação e fortalecimento do Fórum, desse protagonismo do idoso na conquista de seus direitos”.

Todas as ações do projeto tendem a ser dinâmicas e mais lúdicas para despertar o interesse de quem participar: como teatro, bingos temáticos não financeiros, paradas musicais e até visitas a câmara de vereadores ou assembleia legislativas. “Nós esperamos chegar a 250 participantes recorrentes do projeto”, acredita Leocádio.

As reuniões do Fórum de Idosos da Mooca - Neide Duque da Costa são realizadas todas as terceiras quartas-feiras do mês, às 14h, na Casa de Clara Belém: Rua Serra de Jairé, 316 (próximo ao metro Belém).

Confira mais fotos abaixo!


O Sefras

O Sefras é uma organização franciscana que luta todos os dias no combate à fome, a violações de direitos e inserção econômica e social de populações extremamente vulneráveis: pessoas em situação de rua, crianças pobres, imigrantes e refugiados, pessoas idosas sozinhas e pessoas acometidas pela hanseníase.

Guiados pelos valores franciscanos de Acolher, Cuidar e Defender, atua pelo Brasil atendendo mais de 4 mil pessoas todos os dias. São serviços diários que promovem apoio social e jurídico para população em situação de rua, acolhimento e inclusão social de imigrantes, contraturno escolar para crianças e adolescentes, convivência e proteção de idosos, além de ações de defesa dos direitos e melhoria de políticas públicas voltadas a esses grupos.

Você também pode contribuir com o nosso trabalho pelo nosso site ou pelo pix: sefras@sefras.org.br.


90 visualizações0 comentário
bottom of page