top of page
  • rodrigozavala8

Sefras inaugura padaria escola em Guaratinguetá

Iniciativa irá oferecer cursos profissionalizantes para população de baixa renda; os alimentos produzidos nas oficinas serão destinados a obras sociais da comunidade.



Uma padaria escola com dupla missão: educar para a profissionalização em panificação de uma população de baixa renda e, ao mesmo tempo, produzir alimentos destinados a obras sociais voltadas a essas comunidades. A ambiciosa iniciativa foi lançada no dia 19 de novembro, no bairro Beira Rio, em Guaratinguetá (SP). Produto da união do Sefras, Santuário Frei Galvão, Paróquia Nossa Senhora de Fátima e a Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, ela dá o primeiro - de muitos - passos para o desenvolvimento de famílias da região. A sede do projeto é a Casa da Criança, espaço de cuidado da Paróquia, que nos últimos anos tem se dedicado a obras sociais para a comunidade em situação de vulnerabilidade do entorno e entrega de cestas básicas. “Essa história começou bem antes do dia de hoje. Foi no diálogo entre o Santuário e a Paróquia, junto com as autoridades (públicas locais), que criamos, aqui, uma grande família, ajudando a todas estas pessoas a serem bons cristãos e cidadãos”, abençoou o Arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, no evento de abertura do projeto, na manhã do dia 19 de novembro. Apesar de já haver uma ideia inicial, foi com a entrada do Sefras que o escopo do projeto foi melhor definido: oferecer oficinas de panificação, ao mesmo tempo em que prepara alimentos para as refeições da população vulnerável. Conceito baseado no método Sefras, que conta com 23 anos de tecnologia social.

“O uso de nossos espaços não está apenas ligado à oferta de refeições. São serviços de acolhida, cuidado, defesa, tal como de inclusão econômica, a partir de geração de renda. Nós podemos criar oportunidades de autonomia para essas pessoas, enquanto preparamos cada uma das refeições que doamos todos os dias”, explicou o diretor-presidente do Sefras, frei José Francisco de Cássia dos Santos. Com a ideia no papel, começou o processo de mobilização de pessoas e recurso para reformar a casa. Momento em que a Província Franciscana passou de entusiasta do projeto, a seu co-financiador, como apontou o Frei João Francisco. “O Papa Francisco nos exorta a sermos uma igreja pobre para os pobres. Por isso, entre os donativos que recebemos das 40 fraternidades que nos conformam, criamos um Fundo Franciscano para que, em realidades como esta, sejamos essa presença franciscana”, disse o representante da Província. Apenas o começo A Padaria Escola é apenas um dos muitos sonhos a serem concretizados no espaço. Segundo o idealizador e articulador do projeto, Frei Diego Melo, reitor do Santuário, o objetivo, em curto prazo, é que existam outras oficinas, baseadas nas necessidades da comunidade ao redor - todas abertas ao serviço voluntário. Não por acaso o dia escolhido para a celebração tenha sido o Dia do Pobre, que neste ano caiu no dia 19 de novembro. “Hoje é o sétimo ano em que celebramos esta data instituída pelo Papa Francisco. É um dia, acima de tudo, de atitudes, de gestos concretos de solidariedade e amor aos mais necessitados. Todos nós somos necessitados de bens, de acolhida, de fraternidade. Por isso estamos todos aqui, tornando a Casa da Criança nesse espaço de solidariedade e de amor ao próximo”, lembrou Frei Diego. Essa união de esforços em prol de quem precisa não passou despercebida pela gestão pública do município. Presente no evento, o prefeito de Guaratinguetá, Marcos Soliva, afirmou que as iniciativas pensadas para o local irão melhorar a qualidade de vida dessas pessoas a partir da força de vontade e o poder da fé. “A ideia é ampliar o mosaico de cursos para que as famílias possam desenvolver trabalhos e geração de renda. São projetos de solidariedade e desenvolvimento humano e social”, enfatizou. Como demonstração de confiança no futuro do projeto, o prefeito destinou o terreno ao lado da Casa da Criança, que é público, para ser utilizado nas ações sociais locais logo após seu discurso. E o Frei Diego agradeceu imediatamente, anunciando que fará ali uma “grande horta comunitária”, que além de alimentar, pode conscientizar as pessoas para o cuidado com a natureza.

A "Casa da Criança", fica localizada na Av. Walter Rodrigues da Silva, 529, Beira Rioe Guaratinguetá – SP.


93 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page